DECEMBER 9, 2022
GERAL

SINDPOC denuncia irregularidades em delegacias de Sátiro Dias e Crisópolis

post-img

Em visita de rotina conduzida nesta segunda-feira (26), a direção do Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (SINDPOC) avaliou as condições de trabalho em que se encontravam os servidores das Delegacias Territoriais (DTs) de Sátiro Dias e Crisópolis, integrantes da 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Alagoinhas.

A averiguação, que foi dirigida pelos diretores Alfrenito Bispo e Adevaldo Santos, concluiu que apesar da boa conservação estrutural da DT de Sátiro Dias, o veículo disponível para uso da unidade está inutilizável após seis anos de uso.

A insuficiência de servidores para atuar na unidade também foi notada, uma vez que além do investigador José Ailton, trabalham na delegacia apenas um agente público responsável pela higienização do local e o delegado Clécio, que responde pela unidade, mas é titular na DT de Inhambupe.

Sobre a importância de visitas como esta, o diretor Adevaldo Santos comentou sobre a necessidade de aproximação com a categoria. “Observamos que os servidores sentem-se prestigiados e essas visitas encurtam a distância entre os servidores (as)”.

Já durante a apuração feita na Delegacia de Crisópolis, a direção sindical constatou que a unidade está instalada em um imóvel antigo de forma temporária enquanto o Complexo Integrado de Polícias Civil e Militar segue em obras.

Diferente do observado em Sátiro Dias, a DT de Crisópolis conta com a atuação de uma escrivã, EPC Neide, que trabalha junto ao investigador Cláudio Cerqueira. A responsável pela unidade é a delegada Débora, que é titular na Delegacia Territorial de Olindina.

A direção concluiu ainda que na unidade há uma viatura em boas condições de uso, além de cinco servidores cedidos pela prefeitura para dar suporte ao trabalho da Polícia Civil.

Para o diretor Alfrenito Dias, averiguações como as conduzidas em Sátiro Dias e Crisópolis têm o objetivo de “verificar a situação laboral dos colegas nas diversas delegacias [...], fazendo um levantamento das necessidades de cada delegacia referente às suas demandas”.

O SINDPOC segue disponível para atender as demandas da categoria e reivindicar os direitos pertencentes à classe.

Cart